Por Que Algumas Mulheres Ficam Bem Após o Divórcio e Outras Naõ?

O divórcio, aconteceu.. Muitas mulheres se prendem ainda a algumas questões, estão ainda querendo ter razão, num relacionamento que não mais existe. Outras, se comprometem com sua felicidade e jogam fora essa questão de ter razão. Essas eu chamo de mulheres inteligentes, que não olham o retrovisor, para ficar vivendo no passado.. elas olham para frente e seguem as suas vidas.

Com essas mulheres, eu percebi algumas grandes sacadas, uma delas é que pararam de se autossabotar a gente faz isso, sem sentir. Outra grande dica é que quando elas precisam de ajuda, elas vão atrás e pedem.

Abaixo  5 dicas simples para passar pelo processo de divorcio e sair muito melhor

# 1: Nunca mais diga: “Ai de mim” (de preferência após o primeiro ano)

Mulheres inteligentes fazem essa mudança mental de vítima para sobrevivente, e tomam as medidas necessárias para chegar onde precisam estar.

De longe, o passo mais importante (e mais difícil) é impor um estatuto de limitações em sentir pena de si mesma, mesmo se o conflito está em curso. No primeiro ano, é normal se debruçar sobre a perda, chorar, chorar, desabafar com sua família e amigos sobre todos os detalhes.

Mas depois disso, mesmo que você ainda esteja sentida, magoada, é importante que você faça uma mudança na mente e parar de ver-se como uma vítima.

Independentemente do que o seu ex-marido fez ou ainda está fazendo, você não quer fazer a dor de seu divórcio ser a sua identidade ou seu cartão de visitas. 

Seus sentimentos negativos não vão desaparecer milagrosamente, há trabalho para isso.. e muito. Tristeza e desespero vão acontecer quando você menos espera.

Você não é incomum (nem deve ficar constrangida) se precisar de antidepressivos por algum período de tempo para conseguir descolar (com acompanhamento médico, é claro).

Muitas mulheres também acham que é benéfico para examinar seus sentimentos, procurar um terapeuta, ou um grupo de apoio divórcio, ou serviços de aconselhamento da sua igreja, ou um coach de relacionamentos/divorcio.

Os amigos podem ser um grande recurso, mas não use-os apenas como uma caixa de ressonância para auto-piedade.

Gastar tempo (e se conectar), com as mulheres que são otimista e podem ser modelos para avançar com força e otimismo, seria bem legal para você.

Um benefício adicional de tomar este passo é que você vai ser um modelo para os seus filhos, especialmente uma filha, sobre como se recuperar de uma crise de vida.

# 2: Aceitar a realidade econômica do Divórcio

As mulheres mais inteligentes estão em acordo com o estilo de vida reduzida após o divórcio. Elas reafirmam suas prioridades ou comprometem-se a mudar seu estilo de vida. Elas não confiam em seu ex-marido como sua solução financeira a longo prazo, nem vêem como solução, “encontrar um outro homem”.

A menos que você seja rica ou uma estrela de cinema, o seu nível econômico vai diminuir como resultado do divórcio.

As mulheres muitas vezes não são remuneradas como os homens por trabalho compatível, e as carreiras das mulheres são afetadas por escolherem criar os filhos – mas estes são fatos, mas não obstáculos para a felicidade.

Mulheres inteligentes sabem lidar com estas realidades escolhendo uma dessas duas maneiras:

• Eles aceitam esta redução no estilo de vida. Sua alegria vem de outras coisas, como seus filhos e a oportunidade de ser uma mãe envolvida.

• Se / quando é a hora certa, eles fazem a decisão de aumentar os seus ganhos através dos seus próprios meios, tais como um melhor trabalho, renda extra através de novos empreendimentos, ou cursos extras para formação adicional.

Qualquer uma dessas opções leva a uma maior paz e auto-confiança.

# 3: Desenvolver um Plano Financeiro de 10 anos

Mulheres inteligentes cuidam de suas finanças durante e após o divórcio. Eles contratam um planejador financeiro ou analisam e organizam suas finanças e mapeam os gastos e objetivos para a próxima década. Embora difícil no começo, esta etapa é imensamente poderosa.

O divórcio pode ser a primeira etapa, para você conseguir  ter a responsabilidade com as finanças, as da sua família e fazer um planejamento para o futuro. Embora não se sinta segura, não enfiar a cabeça na areia, evitando tratar desse assunto (ou pensar que você vai encontrar alguém que vai cuidar de você, transferindo essa responsabilidade para ela), já é um grande passo.

Em primeiro lugar, educar-se sobre planejamento financeiro através de um livro, seminário ou recursos on-line.

# 4: Repita comigo: “Eu não posso mudar meu Ex”

Mulheres inteligentes reconhecem que elas não podem mudar seu ex-marido. Elas escolhem as suas batalhas, elas largam prá lá as questões que realmente não importam ou não podem ser alterados e elas aceitam com graça e maturidade tudo o que vem com o divórcio.

 

Não estou dizendo que as mulheres inteligentes permitem-se ser capachos – definitivamente não. Às vezes você tem de colocar o chapéu de negócios e enfrentar um problema com seu ex. Às vezes, é necessária uma ação legal.

Certifique-se de que a questão justifica tudo isso e tem uma boa probabilidade de resultar em mudança. E trabalhar para deixar ir todo o resto, sem ficar olhando para trás.

# 5: Foco no Futuro, Comprometa-se com o seu crescimento e construa um relacionamento com você mesma.

Mulheres inteligentes canalizar suas energias pós-divórcio para examinar sua vida, seus objetivos, seus erros e como eles aprender com o passado. Em vez de saltar para outro relacionamento sério (ou gastando seu tempo reclamando sobre seu ex), elas se concentram em suas próprias questões da vida. Elas redefinem as suas prioridades e o que é significativo para elas. Elas amadurecem plenamente em si mesmas como mulheres cuja identidade não está ligada ao papel de mãe ou esposa.

Para muitas mulheres, a sua identidade está amarrada ao  marido ou filhos no início, e por isso, quando o casamento e esses papéis são perdidos ou diminuídos, a mulher sente insegura de quem ela é.Esta é uma razão, onde o divórcio pode ser um verdadeiro momento de crise.(Isso também ocorre quando os filhos, ficam adultos e saem de casa)

As mulheres mais inteligentes que eu tenho observado usam seu divórcio como uma oportunidade de crescimento e maturidade. Eles fazer um inventário de sua vida, os erros e dedicam tempo e energia para descobrir quem elas são e o que elas querem para seu futuro. Usam algum tempo para entrar em forma através de exercícios, dietas, fazem um bom curso para melhorar sua autoconfiança, ou novas perspectivas de trabalho. As vezes até fazem uma viagem, para por a cabeça em ordem e pensar em novas oportunidades

Esse processo leva tempo, paciência e dedicação, mas no final, essas mulheres são capazes de colocar seu divórcio no bolso e passar por tudo isso sem criar muitas cicatrizes.

Eles passam a ser centradas, mulheres mais capazes, estáveis, auto-confiante que encontram a felicidade que pensavam que haviam perdido.

Na verdade, quando indagamos a essas mulheres, sobre voltar ao tempo e estarem casadas novamente, elas o fariam?

A maioria diz um sonoro NÃO, que nunca iriam voltar no tempo e muito menos ao casamento, mesmo com todos os desafios conhecidos.

Aproveite as dicas.. reflita.. e se conhecer alguma outra forma de encarar o divorcio sem muito mais danos, escreva ai embaixo.

Sempre há tempo para ser feliz.. acredite!

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s